Com o objetivo de reforçar o controle do usuário, melhorando a segurança dos dados, a Google anunciou, na quarta-feira (28), algumas mudanças na Play Store. A principal delas é a chegada de um novo tópico de privacidade à loja oficial do Android, a partir de 2022.

Na nova seção dentro da Play Store, o usuário poderá conferir informações a respeito de qualquer app. Ela trará detalhes sobre o uso de criptografia, mostrará que tipo de dados são coletados (localização, lista de contatos etc), como se dá a utilização das informações e se a coleta é obrigatória ou opcional para usar o software.

Todos os desenvolvedores serão obrigados a fornecer uma política de privacidade a partir da implementação da nova seção de segurança, mesmo que seus apps não coletem nenhuma informação pessoal. Quem não se adequar à novidade poderá ter o envio do app para a loja ou a sua atualização rejeitado.

Nova seção de privacidade da Play Store.Nova seção de privacidade da Play Store.Fonte:  Google/Divulgação 

Esta mudança, que se assemelha à solução oferecida pela Apple no iOS, exceto pelo fato de a coleta de informações vir ativada por padrão no Android, deve entrar em vigor no final do primeiro trimestre de 2022. Os desenvolvedores terão até o dia 22 de abril do próximo ano para criar o seu próprio tópico.

Mudanças no ID de publicidade

As novidades anunciadas contemplam também o identificador de publicidade do Android, fornecido pelo Google Play Services, que ajuda a traçar o perfil do usuário. Em breve, quem optar por limitar o rastreamento de anúncios terá o ID removido e substituído por uma sequência de zeros.

De acordo com a companhia, a alteração chegará primeiro ao Android 12, a partir do final do ano, e às demais versões do sistema no início de 2022. Junto com a alteração, será adicionada a proibição da coleta do ID de publicidade nos apps direcionados às crianças, garantindo uma maior privacidade para o público.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original