Após seis anos, o Windows finalmente vai ganhar uma nova roupagem. A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (24) o Windows 11, o substituto do Windows 10, que tem um visual repaginado, mais facilidades para quem joga pelo computador e suporte a apps do Android.

Segundo a Microsoft, a atualização do Windows 10 para o Windows 11 será gratuita e disponibilizada no fim do ano. No entanto, a empresa tem uma lista de requisitos mínimos de hardware, como ter um processador com 2 ou mais núcleos, 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento e tela HD (720 p), por exemplo.

O Windows 11 terá um novo menu Iniciar. Por padrão, ele vai ficar na parte inferior central —uma disposição comum no sistema macOS, da Apple, e no ChromeOS, do Google. Porém, será possível personalizar e colocá-lo no lado esquerdo inferior.

No visual, você notará que há muito mais transparências e janelas arredondadas. A tendência de modo noturno, presente na maioria dos smartphones, também chega ao sistema, tornando as cores do sistema mais escuras. Além disso, a plataforma também oferecerá suportes a widgets, que mostrarão, por exemplo, previsão de tempo ou agenda de compromissos do dia.

Para quem usa diversos apps simultâneos, o Windows 11 conta com o que a empresa chama de Snap Layouts. Isso ajudará a posicionar as janelas de diferentes formas quando se abre muitos programas simultaneamente, não só lado a lado.

O Microsoft Teams, a plataforma de comunicação da companhia, passará a ser integrada ao Windows 11. Na prática, isso deve auxiliar na comunicação entre funcionários ou amigos — recentemente a ferramenta foi aberta para todas as pessoas, facilitando chamadas de vídeo ou mesmo planos familiares.

A Windows Store, loja de apps da Microsoft, foi reformulada com um novo visual. Algo interessante para os desenvolvedores é que a empresa diz que eles poderão usar o sistema de pagamento que eles quiserem e que não haverá uma taxa. A App Store, da Apple, tem sido alvo de críticas por ficar com 30% das receitas de compras feitas dentro de sua plataforma.

Outra curiosidade do Windows 11 é que você poderá rodar apps do Android. Isso é possível graças à integração da Amazon App Store —sim, a Amazon tem uma loja de aplicativos Android. Assim, será possível, por exemplo, baixar e acessar apps como o TikTok.

Na parte de jogos, o Windows 11 oferecerá gráficos melhores, graças ao suporte da tecnologia HDR, que deve tornar o visual dos games mais vibrantes. Segundo a empresa, mais de mil jogos, como Age of Empires, já serão compatíveis com a tecnologia. Além disso, será possível baixar apps do Xbox diretamente numa aplicação do console no sistema operacional.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original